Varizes no Período Pós-Parto. Diante das diversas reações e sensações que cada mulher pode ter durante a gravidez e após o bebê nascer, algumas podem ser impactadas por uma condição médica: as varizes pós-parto, que costumam ser observadas nas regiões da vagina e das nádegas.

Continue acompanhando este artigo para saber mais detalhes sobre as Varizes no Período Pós-Parto, seus sintomas, suas causas, formas de tratamento e como preveni-las.

Como Identificar as Varizes no Período Pós-Parto?

Áreas com nós, inchadas e com veias na pele nas partes de trás das panturrilhas e interna das pernas, dos tornozelos ou pés. Esses são alguns dos sinais característicos das varizes no período pós-parto, que não necessariamente ocorrem nesta fase da vida da mulher.

Logo, tal condição, que também pode ser representada por coceira ou desconforto, e que costuma ser inofensiva e temporária, resolvendo-se em um período de 03 a 12 meses após o parto, geralmente, surge por volta do terceiro trimestre, principalmente se houver histórico familiar.

Frequência de Casos

As varizes pós-parto são comuns de acontecer, porque há um aumento do volume sanguíneo, que tende a criar pressão nos vasos de sangue, enfraquecimento ou danificação das válvulas internas (funcionamento inadequado), causando um acúmulo de sangue nas veias.

Sem contar que a pressão sustentada de tal ação somada ao peso do bebê em fase de crescimento e a outros fatores (como o aumento dos níveis dos hormônios), aumenta as veias em suas extremidades inferiores, fazendo com que fiquem emaranhadas e inchadas. Assim, as veias das pernas se esticam e dilatam, tornando-se mais visíveis.

E apesar de ter uma relação estética, é importante se atentar à condição clínica, porque as varizes são um sinal de má circulação do sangue e podem causar dor e aumentar as chances do surgimento de coágulos.

Sintomas Típicos

A característica mais comum das varizes pós-parto é a sua aparência, representada por veias azuis escuras ou roxas, emaranhadas e localizadas nas regiões das pernas, dos tornozelos e pés.

Outros sinais típicos, que tendem a ser intensificados após a pessoa permanecer por longos períodos em pé ou sentada, envolvem:

  • Cãibras;
  • Coceira;
  • Dor;
  • Inchaço;
  • Latejamento;
  • Leve descoloração da pele ao redor de um ou mais nós;
  • Queimação nas pernas, nos pés ou tornozelos;
  • Sensação pesada;
  • Úlcera, normalmente nos tornozelos.

Formas de Tratamento

A recomendação primordial é procurar o médico especialista para que possa realizar o diagnóstico e indicar o tratamento mais apropriado para cada tipo de caso, que tende a envolver aplicação de substâncias via injeção local, sessões de laser e cirurgia.

Dicas para Prevenir as Varizes Pós-Parto

Além disso, existem dicas que costumam ser recomendadas para auxiliar no alívio de inchaço ou desconforto, tais como:

  • Evitar peças de roupas apertadas;
  • Elevar as pernas enquanto estiver sentada ou deitada;
  • Se sentar corretamente e alongar os músculos nos intervalos;
  • Reduzir as pressões desnecessárias nos tornozelos, pés e nas pernas;
  • Usar compressa fria ou bolsa de gelo nas áreas afetadas.

Para as mulheres que permanecem ativas durante o período da gravidez, o aconselhável é que apliquem as recomendações orientadas acima. Além disso, também podem ser adotadas, de um modo geral e por qualquer perfil de gestante:

  • Cintas pós-parto;
  • Dormir do lado esquerdo;
  • Evitar saltos altos;
  • Fazer exercícios regularmente;
  • Manter o ganho de peso apropriado e indicado;
  • Meias de compressão;
  • Se atentar e limitar o consumo de sal.
Mais Informações sobre este assunto na Internet: