Muitas pessoas acreditam que a sensação de peso nas pernas principalmente ao final do dia são sinais normais de um dia-a-dia agitado e corrido. No entanto, sentir cansaço ou peso nos membros inferiores pode ter um significado muito maior.

Os problemas de má circulação sanguínea atingem aproximadamente 70% da população adulta brasileira causando sintomas como dores, inchaço e sensação de peso nas pernas. Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre as causas desse sintoma tão comum.

A Má Circulação Sanguínea

A má circulação sanguínea é uma condição caracterizada pela dificuldade que o sangue tem em passar pelas veias e artérias ao longo do corpo humano. A identificação desse problema se dá pelos sinais e sintomas que acometem principalmente a região dos membros inferiores.

É fundamental que a causa para essa má circulação seja identificada e tratada com urgência para que não haja danos ainda mais graves não só para o sistema vascular, mas para todo o organismo.

Como Identificar a Má Circulação

Um paciente que se queixa frequentemente de cansaço e peso em uma ou em ambas as pernas deve ficar atento a outros sinais que podem sugerir um quadro de má circulação. Os principais sintomas que acometem essas pessoas são:

  • Coceira intensa nas pernas;
  • Pele seca ou escamosa;
  • Manchas avermelhadas;
  • Inchaço nos pés e tornozelos;
  • Varizes ou vasinhos;
  • Pele fria, pálida ou azulada na região afetada;
  • Formigamentos e dormências;
  • Rachaduras na região do calcanhar;
  • Ausência de pelos;
  • Cãibras;
  • Sensação de peso nas pernas.

Geralmente esses sintomas causam mais incômodo ao final do dia, piorando a noite. Também podem ser mais intensos em dias quentes, durante o ciclo menstrual, ao passar muito tempo na mesma posição ou com o uso de sapatos de salto e sandálias rasteiras.

Quais As Principais Causas da Sensação de Peso nas Pernas

A sensação de peso nas pernas causada pela má circulação sanguínea nos membros inferiores pode ser decorrente de condições como:

  • Aterosclerose – Onde o acúmulo de placas de gordura no interior das veias pode diminuir o fluxo ou obstruir inteiramente a passagem sanguínea, ou seja, causar a má circulação;
  • Gravidez – Com a maior produção de líquidos para a irrigação da placenta, o trabalho das veias pode ser prejudicado. Além disso, a produção de alguns hormônios pode acabar dificultando o retorno do sangue para o coração devido a dilatação anormal das veias e vasos sanguíneos;
  • Envelhecimento – O processo natural de envelhecimento do corpo também atinge o sistema circulatório, prejudicando os vasos e interferindo diretamente na circulação do sangue;
  • Sedentarismo e excesso de peso – Juntos ou separados, esses dois fatores podem comprometer o retorno venoso ao coração, contribuindo para que haja inchaço e sensação de peso nas pernas;
  • Doenças crônicas – Diabetes e hipertensão, quando não tratadas adequadamente, podem prejudicar a circulação sanguínea pelo organismo;
  • Uso de medicamentos anticoncepcionais – Devido aos altos níveis de hormônios presentes no fármaco, existe um risco aumentado para a formação de coágulos sanguíneos, que podem interferir diretamente na circulação sanguínea, causando obstruções e aumento da pressão dentro das veias.
  • Ficar muito tempo na mesma posição – Não importa se é em pé, sentado ou com as pernas cruzadas. Passar longos períodos sem movimentar os membros inferiores pode ocasionar uma dificuldade no retorno sanguíneo para o coração.

Quando Procurar um Médico

A identificação dos problemas de circulação deve ser realizada o mais cedo possível, garantindo assim que o fluxo seja restabelecido nas áreas afetadas e evitando o surgimento de complicações como úlceras, feridas abertas de difícil cicatrização e até mesmo a amputação dos membros afetados.

Aos primeiros sinais de má circulação ou em caso de dúvidas, busque ajuda de um médico vascular de sua confiança. Ele poderá diagnosticar a condição e indicar o melhor método de tratamento de acordo com seu caso.

Mais Informações sobre este assunto na Internet: