A ligação entre câncer e um tipo de coágulo sanguíneo chamado trombose venosa profunda (TVP) é uma via de mão dupla. Se você tem câncer, tem uma chance maior de contrair TVP. E se você tiver TVP, suas chances de ser diagnosticado com câncer aumentam.

Neste artigo, fique sabendo Porque Pessoas com Câncer Têm maior Risco de Coágulos Sanguíneos.

Câncer e Trombose – A Coagulação do Sangue

Provavelmente é algo em que você não pensa todos os dias, mas a capacidade de coagulação do sangue é importante. Se não, todos os arranhões e cortes que você recebe nunca parariam de sangrar. Mas o problema começa quando os coágulos se desenvolvem onde não deveriam.

Uma TVP é isso: um coágulo nas veias, geralmente nas pernas. A TVP pode tornar a área próxima dolorosa, quente e inchada. Mas o risco real é que o coágulo entre na corrente sanguínea e viaje para uma parte diferente do corpo. Se ele se mover para os pulmões, pode causar embolia pulmonar se tornando risco para a vida.

Na maioria das vezes, seu corpo faz um bom trabalho ao equilibrar quando o sangue deve coagular e quando não deve. Mas o câncer – e seu tratamento – podem atrapalhar esse equilíbrio.

Câncer e os Coágulos Sanguíneos

As células cancerígenas danificam os tecidos do seu corpo, o que leva ao inchaço e desencadeia a coagulação. Os tumores também produzem substâncias químicas que causam coágulos.

Alguns tipos de câncer têm maior probabilidade de causar TVP do que outros, como cânceres de:

  • Cérebro;
  • Fígado;
  • Rim;
  • Pulmão;
  • Ovários;
  • Pâncreas;
  • Estômago;
  • Útero.

O risco de TVP também é maior com leucemia e linfoma e com câncer que se espalhou pelo seu corpo (câncer metastático).

Devido ao vínculo entre as condições, é possível que um coágulo possa ser um sinal precoce de câncer. Alguns especialistas dizem que cerca de 1 em cada 10 pessoas que têm TVP são diagnosticadas com câncer dentro de um ano.

Tratamento de Câncer

A quimioterapia é frequentemente uma parte do tratamento do câncer que salva vidas. Mas alguns medicamentos para quimioterapia aumentam as chances de coágulos sanguíneos. Estes medicamentos podem danificar os vasos sanguíneos ou diminuir o nível de proteínas especiais que param de coagular o sangue.

Há outras razões pelas quais o tratamento contra o câncer pode aumentar suas chances de contrair TVP. Por exemplo, seu risco aumenta se você:

  • Foi submetido a uma cirurgia de câncer, especialmente ao redor da barriga ou dos quadris;
  • Deite na cama enquanto se recupera e não se mexe muito;
  • Fez procedimentos com um cateter venoso central no braço ou no peito – um tubo usado para dar medicamentos, com frequência;
  • Se a ideia de que o tratamento pode causar uma TVP o preocupa, lembre-se de que seu médico pesará cuidadosamente os prós e os contras antes de sugerir que você faça quimioterapia.

Prevenção e Tratamento de Coágulos

Converse com seu médico sobre o risco de TVP e como reduzi-lo. A melhor abordagem depende de alguns fatores, como o tipo de câncer que você tem, o tratamento necessário e se você está no hospital ou em casa.

Se seu risco for alto, seu médico poderá recomendar que você:

  • Tome medicamentos anticoagulantes;
  • Movimente-se o mais rápido possível após a cirurgia;
  • Use meias de compressão que melhoram o fluxo sanguíneo;
  • Use um “manguito” que aperta automaticamente as pernas para manter o sangue em movimento – um dispositivo chamado compressão pneumática intermitente.

Se você tiver TVP, seu médico irá agir rapidamente. Você provavelmente receberá tratamento com um fluidificador do sangue. Pode ser necessário usar este medicamento por muitos meses ou até o final do tratamento do câncer.

Referência: American Society of Hematology