Trombose – Conheça os Tipos, suas Causas, Sintomas e Tratamento – É uma condição em que ocorre a formação de um coágulo sanguíneo dentro de um vaso sanguíneo. O coágulo pode bloquear o vaso sanguíneo ou reduzir o fluxo de sangue, o que pode causar sérias consequências à saúde. Também é possível que o coágulo sanguíneo se mova através do sistema circulatório para outras áreas do corpo.

Este artigo tem como objetivo apresentar os diferentes tipos de trombose, seus sintomas e formas de tratamento.

Causas da Trombose

As causas podem ser diferentes nas tromboses venosas e arteriais. Trombose venosa pode ser o resultado de:

  • Doença ou lesão das veias nas pernas
  • Imobilidade por qualquer motivo
  • Fratura
  • Certos medicamentos
  • Obesidade
  • Distúrbios hereditários ou predisposição hereditária
  • Distúrbios autoimunes que predispõem à coagulação

A trombose arterial pode ser o resultado de arteriosclerose (endurecimento das artérias em que depósitos de gordura ou cálcio causam espessamento das paredes arteriais) dos vasos sanguíneos (coágulos tendem a se formar em superfícies anormais de vasos sanguíneos).

Tipos de Trombose

A trombose é normalmente categorizada por onde ocorre no corpo. Dentro destas categorias, pode ser ainda mais classificada.

Trombose Venosa

Uma trombose venosa é classificada como um trombo (coágulo de sangue) que se formou em uma veia.

Veias são os vasos sanguíneos que levam o sangue para longe do coração. O sangue pode fluir mais lentamente nas veias do que as artérias, e isso pode aumentar a probabilidade de formação de coágulos sanguíneos nesses vasos. No entanto, outros fatores também aumentam as chances de uma pessoa sofrer de uma trombose venosa.

Trombose Venosa Superficial

Uma veia superficial é uma veia próxima da superfície do corpo. Pode ser possível ver essas veias protuberantes sob certas condições. Os pacientes podem sentir uma área um pouco mais dura ou identificar alguma vermelhidão da área quando ocorre a formação de um coágulo nas veias.

Trombose Venosa Profunda (TVP)

Trombose venosa profunda ocorre dentro das veias profundas, que estão localizadas mais longe da superfície da pele, responsável pelo transporte de mais sangue. A maioria das tromboses nas veias profundas ocorre dentro das pernas, embora possam ocorrer em qualquer região do sistema venoso profundo.

Sinais de uma TVP incluem vermelhidão, inchaço e calor na área afetada. Um exame de ultrassonografia é normalmente necessário para ajudar a fornecer um diagnóstico definitivo. Indivíduos que são considerados em maior risco de desenvolver este tipo de trombose são aconselhados a mover-se com frequência e fazer exercícios de panturrilha para promover um melhor fluxo sanguíneo na área. Aqueles que não podem se exercitar podem necessitar de uma meia de compressão graduada ou utilizar medicação anticoagulante como a varfarina ou a heparina.

Trombose Venosa Renal (TVR)

A trombose da veia renal ocorre nas veias que drenam o sangue dos rins. Esses coágulos reduzem a capacidade dos rins de limpar e filtrar o sangue. Isso pode aumentar o risco de que outros coágulos se desenvolvam.

Trombose Arterial

Este tipo de trombose é menos comum que a trombose venosa, embora represente riscos semelhantes. Como as artérias são responsáveis ​​por levar sangue e oxigênio para o as células e tecidos do corpo, o sangue está normalmente sujeito a uma pressão mais alta nas artérias. Portanto, é comum se mover mais rapidamente, sendo menos provável que coagule.

Considerando que as tromboses venosas normalmente levam ao inchaço e congestão de fluidos em uma área, a trombose arterial pode reduzir o suprimento de sangue e oxigênio do organismo e levar a necrose de tecidos e células. Uma trombose ou embolia na artéria coronária pode causar um ataque cardíaco. Se o suprimento de sangue para o cérebro é interrompido, o paciente pode sofrer um AVC.

Sintomas

Os sintomas podem incluir:

  • Dor isolada em uma perna (geralmente na panturrilha ou na parte interna da coxa)
    • Inchaço nos membros afetados
  • Varizes

No entanto, cada indivíduo pode experimentar sintomas de forma diferente. Os sintomas também podem assemelhar-se a outros distúrbios sanguíneos ou problemas médicos. Por este motivo, é importante consultar um cirurgião vascular para um diagnóstico adequado.

Tratamento

O tratamento específico para trombose será determinado pelo seu médico com base em:

  • Sua idade, saúde geral e histórico médico
    • Extensão e tipo de trombose
  • Sua tolerância para medicações, procedimentos ou terapias específicas
    • Expectativas para o curso da doença
  • Sua opinião ou preferência

Entre as abordagens terapêuticas utilizadas, podemos citar:

  • Anticoagulantes – Os anticoagulantes são um tipo de medicamento usado para prevenir a formação ou quebrar coágulos nos vasos sanguíneos.
    • Uso de Cateteres – Esta forma de tratamento tem o objetivo de expandir a largura ou o lúmen dos vasos envolvidos.
  • Outros Medicamentos – Substâncias que ativam o plasminogênio tecidual e / ou enzimas, como a estreptoquinase, são utilizadas para dissolver os coágulos.

Embora a coagulação seja uma função normalmente corporal, vimos que se o corpo começar a produzir coágulos onde não são necessários, isso pode se tornar um problema. Se o coágulo viaja para órgãos importantes, como o cérebro ou os pulmões, também pode causar um ataque cardíaco, acidente vascular cerebral ou embolia pulmonar. Não deixe de procurar um cirurgião vascular ao apresentar sintomas de trombose, para melhorar sua qualidade de vida e prevenir maiores complicações.

Referência: Johns Hopkins Medicine