Veias Nutridoras. Para que o tratamento de vasinhos – vasos capilares dilatados – tenha a chance de proporcionar os resultados esperados, o médico especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular tende a observá-los e analisar os possíveis cenários que podem surgir ou estar presentes no momento do exame clínico.

Logo, é igualmente importante visualizar as veias nutridoras dos pequenos vasos para que o tratamento seja providenciado por completo. Então, continue acompanhando este artigo para saber Porque é Importante Identificar as Veias Nutridoras e de que forma elas impactam os Vasinhos.

Importância de Identificar as Veias Nutridoras

Primeiramente, é preciso explicar que as veias nutridoras, também conhecidas como reticulares, são aquelas doentes, que podem ou não ser visíveis, dilatadas, com refluxo que é carregado aos microvasos e responsáveis por nutrir os vasinhos.

Assim sendo, o especialista examina o quadro do paciente e verifica se existe a presença desta veia interna. Mas caso não consiga, tende a usar um aparelho de realidade aumentada ou um fleboscópio.

E essa identificação necessita ser bem feita para que os tratamentos não sejam realizados repetidamente e sem eficácia, aumentando as chances de as veias nutridoras aumentarem, podendo resultar em complicações.

Possíveis Consequências

Sendo assim, quando não são devidamente identificadas e tratadas na origem do problema, tendem a surgir três resultados:

  • No caso de uma veia nutridora pequena lesionada por uma substância esclerosante, os vasinhos podem ser tratados, mas sem garantia;
  • Quando ela não é tratada, tende a provocar novos vasinhos na mesma região e em um curto período de tempo;
  • E pode não funcionar, porque a circulação da veia nutridora acaba limpando a substância do vasinho antes de começar a fazer efeito.

Fatores de Risco para Vasinhos

Sinta suas Pernas Leves Novamente.
Agende uma Consulta com o Especialista Vascular.

Ao fazer o exame físico no paciente, o médico verifica se trata-se mesmo de um quadro de vasinhos, que tem de 1 a 3 milímetros e pode aparecer em uma pessoa que tenha varizes. Ainda neste momento, ocorre a anamnese, ou seja, uma conversa para saber detalhes importantes sobre o seu histórico.

E assim como acontece com diversas condições, os vasinhos também possuem fatores capazes de influenciar no seu surgimento – mesmo sendo mais presentes em mulheres de pele clara –, incluindo:

  • Consumir bebidas alcoólicas excessivamente;
  • Estar acima do peso indicado pelo especialista;
  • Estar gestando;
  • Fazer uso de hormônios ou pílulas anticoncepcionais;
  • Ficar um longo período de tempo na mesma posição;
  • Ter histórico familiar;
  • Ter idade avançada.

Tratamentos Disponíveis

Para tratar o problema na origem ou a partir dela, é possível que o médico especialista no assunto indique, além do tratamento da condição principal, a microcirurgia, associação de escleroterapia com laser transdérmico, escleroterapia com espuma ou CLaCs (junção de laser transdérmico, escleroterapia e resfriador de pele) para solucionar as veias nutridoras.

Além disso, ele observa qual é a melhor opção com base na análise clínica e da saúde geral do paciente, indicando também o número de sessões, o tipo de substância a ser utilizada e a possibilidade de combinação entre os procedimentos.

Portanto, esse é outro fator que reforça a recomendação de consultar um profissional especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, que é capaz de identificar as Veias Nutridoras, se for o caso, e explicar sobre a importância de tratá-las e porque nem todas as opções estão disponíveis para determinados quadros.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Recupere a Saúde das suas Pernas!
Agende uma Consulta Vascular Hoje.