Trombose em Viagens. Quando fazemos uma viagem, não queremos nos deparar com problemas de saúde. No entanto, quando passamos horas dentro de um avião, ônibus ou carro, nosso sistema circulatório pode ser prejudicado, uma vez que longos períodos sentados aumentam o risco do organismo desenvolver uma TVP, conhecida também como trombose venosa profunda.

A condição conhecida pela formação de trombos pode acarretar diversos problemas, o mais grave deles é conhecido como embolia pulmonar que em muitos casos pode evoluir para óbito. Continue a leitura deste artigo e conheça mais sobre os riscos de trombose em viagens e como evitá-la.

Trombose

A trombose é uma condição caracterizada pela formação de coágulos sanguíneos capazes de obstruir a passagem do sangue pelas veias e artérias do corpo humano. Conhecida também como TVP (trombose venosa profunda) a doença causada pela coagulação do sangue pode apresentar sintomas como dor e inchaço principalmente na região dos membros inferiores e virilha.

A maioria dos casos envolvendo a condição é entre os pacientes hospitalizados ou em repouso que não exercitam o corpo com a devida frequência em decorrência de procedimentos cirúrgicos ou clínicos. No entanto existe uma parcela significativa de casos que afetam pessoas que não predispõem essas condições.

Trombose em Viagens

Quando se vai viajar, muitas pessoas optam por não fazer nenhuma parada durante o trajeto, as chamadas escalas. Seja em viagens de ônibus, carro e principalmente avião, a prioridade muitas vezes é chegar mais rápido ao destino, poupando o tempo das paradas.

Em um avião, por exemplo, os voos podem durar mais de 12 horas, o que faz com que o passageiro passe a maior parte do tempo sentado no seu assento na mesma posição, aumentando as chances de desenvolver uma TVP.

Grupo de Risco para a TVP

Além de pessoas com mais de 60 anos, também fazem parte do grupo de risco pessoas com histórico familiar da doença, que possuam alguma imobilidade, câncer, insuficiência cardíaca, obesidade, tenha o hábito de fumar, esteja grávida ou faça o uso de determinados contraceptivos ou medicamentos para reposição hormonal.

Pessoas que sofrem com varizes também precisam estar atentas. Em caso de dor, inflamação, inchaço ou qualquer desconforto durante a viagem é recomendado que a mesma estique-se e movimente-se para que a circulação sanguínea não seja comprometida.

Como evitar uma TVP Durante a Viagem

Antes de mais nada, avalie se você se encaixa no grupo de risco para a doença. Caso a resposta seja positiva, procure seu médico vascular de confiança para analisarem juntos os prós e contras que a viagem pode causar na sua saúde. Ele também poderá indicar métodos de prevenção específicos para o seu quadro.

Para as demais pessoas, é aconselhável ficar atento a qualquer mudança ou desconforto durante o período da viagem. Levantar-se a cada duas horas e caminhar um pouco entre os corredores do transporte, usar roupas largas, leves e confortáveis junto ao uso de meias elásticas de compressão (devem ser sempre prescritas por um médico vascular antes do uso) e a ingestão de muita água pode ajudar a evitar o quadro de TVP.

Além disso, é importante não se manter imóvel quando estiver sentado. Fazer movimentos circulares com seus tornozelos e esticar os joelhos, por exemplo, também garantem que sua circulação continue saudável.

Mais Informações sobre Trombose em Viagens na Internet: