Escleroterapia com Glicose. Utilizada como uma opção de tratamento para varizes e casos de vasinhos, a escleroterapia se trata de um procedimento ambulatorial que envolve a injeção de uma solução diretamente na veia, forçando o sangue ou redirecionando seu fluxo para as veias mais saudáveis, o que acaba resultando na eliminação ou diminuição das veias.

Ou seja, é uma técnica não cirúrgica com aplicação de uma substância esclerosante no interior da veia dilatada capaz de gerar uma ação inflamatória para proporcionar o desaparecimento dos vasinhos após a reabsorção da veia e uma melhora estética.

E por existirem tipos diferentes de esclerosantes que podem ser usados na aplicação, neste artigo, vamos abordar especificamente sobre a Escleroterapia com Glicose e seu modo de funcionamento.

Escleroterapia com Glicose

Sendo assim, a escleroterapia com glicose é feita por meio da aplicação direta nas varizes de uma solução hipertônica de glicose a 50% ou 75%, o que faz com que desapareçam totalmente.

Por isso, costuma ser recomendada no tratamento de todos os tipos de vasos e varizes, mas por ser um procedimento em que uma dor tolerável possa ser sentida em relação à picada da agulha ou entrada da substância, é indicado para pacientes que já tentaram outras técnicas.

E pelo fato de envolver a injeção de glicose diretamente na circulação sanguínea, não é aconselhada para pessoas diabéticas, porque pode alterar os níveis de glicemia delas. Com isso, normalmente, são recomendadas, por exemplo, a escleroterapia a laser, química ou com espuma. Do mesmo modo que não é uma opção para quem está com excesso de peso, porque acaba dificultando a cicatrização e facilitando o surgimento de outros vasinhos.

Orientações Sobre o Tratamento

Diga Adeus às Dores nas Pernas.
Reserve a sua Consulta Vascular.

Normalmente, a frequência do tratamento varia conforme cada caso, mas é possível que seja feita semanalmente e de três a cinco sessões a depender dos diversos fatores apresentados pelo paciente.

E devido ao fato de o produto inserido estar gelado, a ardência provocada pela aplicação tende a diminuir. Em seguida, podem surgir efeitos colaterais que desaparecem com o tempo, tais como:

Recomendações Gerais

Após a escleroterapia com glicose, é comum o médico especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular indicar alguns cuidados, que são fundamentais para prevenir que outras varizes não apareçam, incluindo:

  • Evitar a depilação nas primeiras 24 horas;
  • Evitar permanecer de pé ou sentada por longos períodos;
  • Fazer uso de meia de compressão durante o dia, por duas a três semanas;
  • Manter um estilo de vida saudável;
  • Não realizar exercício físico exaustivo ou de alto impacto por duas semanas;
  • Priorizar os calçados sem saltos;
  • Se proteger da exposição solar por duas semanas.

Diante do que foi exposto, o ideal é procurar o especialista de sua confiança para que sejam realizados todos os exames necessários, como os que são providenciados para confirmação do diagnóstico e ciência da saúde geral do paciente em questão.

Em seguida, ele analisa as opções de tratamento disponíveis com base nas informações passadas pelo próprio paciente e com os dados que possui para indicar as alternativas disponíveis para que tenha a chance de obter os melhores resultados possíveis, visando o bem-estar e melhora da qualidade de vida.

Assim como é o responsável por acompanhar a resposta ao tratamento e orientar sobre os cuidados diários para evitar o surgimento de novas varizes no futuro, como não fumar, priorizar os repousos com as pernas elevadas e evitar o excesso de peso e o uso de salto alto diariamente, por exemplo.

Sem contar que ele pode aconselhar se a Escleroterapia com Glicose é o melhor tratamento para o quadro apresentado ou se existe uma alternativa que melhor se encaixe, assim como as demais recomendações que podem ser passadas durante a consulta.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Pernas Inchadas?
Agende uma Avaliação Vascular e Redefina seu Conforto.