Predisposição Genética para Varizes. As varizes são uma das condições mais temidas em relação à estética. Geralmente associadas erroneamente apenas ao avanço da idade, a condição pode afetar homens e mulheres de todas as idades, principalmente quando possuem fatores de risco para o surgimento das dilatações nas veias.

Nem todas as pessoas sabem, mas a predisposição genética pode ser um dos agentes desencadeantes para o surgimento das varizes. Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre como a predisposição genética pode causar varizes.

As Varizes

Varizes nada mais são do que veias dilatadas, nodosas e tortuosas que surgem devido a alta pressão sanguínea na parede dos vasos. Frequentemente, esses sinais podem ser vistos a olho nú em regiões como os pés, tornozelos e coxas.

Além de causar desconfortos visuais, as varizes podem gerar uma série de problemas de saúde como dor, inchaço e o surgimento de úlceras, feridas abertas de difícil cicatrização, na região afetada.

Tipos de Varizes

Por estarem presentes no sistema circulatório, composto por diversas veias e artérias, podemos dizer que as varizes possuem diversos tipos. Com isso, é possível que uma pessoa tenha mais de um tipo de variz ao mesmo tempo.

Além disso, diferentes tipos de varizes podem ter sintomas e padrões de progressão ligeiramente diferentes. É necessário consultar-se com um médico vascular de sua confiança para que haja a distinção desses tipos, assim como a escolha do melhor tratamento a ser realizado.

Predisposição Genética para Varizes

Podemos dizer que a genética é um dos principais, se não o principal, fator de risco para o surgimento das varizes. Dependendo do caso, ele pode aumentar em até 90% a probabilidade de pessoas com histórico familiar de variz desenvolverem a condição.

Além disso, quando ocasionadas por herança genética, as varizes são chamadas “Varizes Primárias” e podem se desenvolver com a dilatação dos vasos ainda na juventude, acentuando-se logo após os 40 anos devido a significativa mudança hormonal, principalmente em pacientes do sexo feminino.

Existem Outros Fatores de Risco

Além da predisposição genética, existem outros fatores que também podem aumentar as chances de uma pessoa desenvolver veias varicosas, muitos deles em conjunto podem até mesmo agravar a condição.

Entre os principais fatores de risco para o surgimento de varizes, podemos citar:

  • Idade avançada;
  • Ser do sexo feminino;
  • Sedentarismo;
  • Obesidade;
  • Mobilidade reduzida e imobilidade.

Predisposição Genética para Varizes e Sua Prevenção

Pacientes que possuem predisposição genética, ou seja, casos de varizes na família, ou também outros fatores de risco devem seguir algumas recomendações para prevenir a dilatação das veias, entre elas:

  • Manter-se ativo com exercícios de baixo e médio impacto;
  • Evitar ficar muitas horas na mesma posição, seja sentado ou em pé, sempre opte por fazer pequenas caminhadas ou realizar exercícios com o pé, girando-os em sentido horário e anti horário;
  • Não exagerar nas cargas (peso), caso realize musculação;
  • Cuide da alimentação e fique de olho no seu peso;
  • Sempre que possível, mantenha as pernas elevadas em momentos de repouso.

O acompanhamento constante junto a um médico vascular também pode garantir a prevenção e o tratamento das varizes. Quando não tratada adequadamente, a variz pode evoluir para quadros de úlceras e ter complicações como a hemorragia varicosa e a varicoflebite.

Mais Informações sobre este assunto na Internet: