Uma das maneiras de tentar Evitar Doenças Venosas é tomando medidas capazes de proporcionar a chance de Melhorar a Circulação sanguínea, mantendo-a em dia e, consequentemente, reduzindo os riscos em relação aos possíveis problemas.

Melhora da Circulação para Evitar Doenças Venosas

Quando uma pessoa apresenta problemas na circulação, é sinal de que o sangue está com dificuldade para realizar suas funções conforme esperado, o que acaba sendo representado por sinais como mãos e pés dormentes e frios, inchaço, manchas azuladas, unhas quebradiças e pele seca e escamosa, por exemplo.

Agora, ao observar dilatação ou indícios de obstrução dos vasos, pode ser o caso de de varizes ou insuficiência venosa, em que ocorre a dilatação das veias, que tende a surgir acompanhada, em tratando-se de um quadro sintomático, de dor e sensação de peso nas pernas. Do mesmo modo que outros pacientes podem ser acometidos por trombose venosa, em que as veias entopem por causa da formação de coágulos em seu interior.

Diante disso, a médica especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, para melhorar a circulação e evitar doenças venosas, ou mesmo após confirmar que a pessoa apresenta alguma condição, recomenda que providencie mudanças no estilo de vida, priorizando hábitos saudáveis.

Alimentação Balanceada

Além de ser benéfica para diferentes áreas da nossa vida, em se tratando de melhorar a circulação e evitar doenças vasculares, o ideal é prezar por uma dieta balanceada, com alimentos naturais, ricos em fibras, vitaminas e minerais, e reduzir o consumo de ultraprocessados.

Elevação das Pernas

Adotar esse hábito, especialmente no final do dia, auxilia na circulação do sangue pelo corpo, porque o líquido que se acumula ao longo do dia tem a chance de voltar a circular normalmente.

Hidratação Constante

Diga Adeus às Dores nas Pernas.
Reserve a sua Consulta Vascular.

A ingestão de líquidos, principalmente água de acordo com a quantidade indicada, fluidifica o sangue, eliminando as toxinas e a gordura que se acumula no organismo quando não é queimada por outros meios.

Meias Elásticas

Fazer uso de meias elásticas conforme a especificação médica também ajuda a evitar a má circulação, porque comprimem os vasos, fazendo com que o sangue flua rapidamente.

Movimentação dos Membros

Levantar-se e/ou movimentar os membros a cada duas horas ao precisar permanecer um tempo sentado igualmente contribui para a melhora da circulação e diminui os riscos de desenvolver alguma doença venosa.

Prática Regular de Exercícios Físicos

Seja uma caminhada, andar de bicicleta, fazer alongamentos ou musculação, nadar ou praticar ioga, por exemplo, o importante é manter a realização das atividades com regularidade, fortalecendo os músculos, que são responsáveis pelo bombeamento do sangue, entre outras funções.

Além dessas alterações, a especialista igualmente pode indicar, de forma geral, por exemplo:

  • Controle do peso de acordo com o informado por um profissional;
  • Evitar permanecer na mesma posição por período prolongado;
  • Priorizar roupas confortáveis e sapatos sem salto.

Porém, mesmo adotando essas medidas, é possível que a pessoa venha a apresentar má circulação sanguínea, que é caracterizada, normalmente, por cãibras, varizes nas pernas, inchaço e sensação de queimação nos membros inferiores, e manchas avermelhadas, por exemplo.

Diante disso, é fundamental consultar-se com a médica especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular para que o diagnóstico da Doença Vascular seja feito, ou mesmo para ter ciência sobre as demais mudanças de hábitos que pode adotar na rotina para Melhorar a Circulação.

Mais informações sobre este assunto na Internet:
Recupere a Saúde das suas Pernas!
Agende uma Consulta Vascular Hoje.