Diferença Entre Laser Transdérmico e Endovenoso. As queixas de varizes, normalmente, tendem a ter relação com a questão estética, mas devem ser devidamente diagnosticadas e tratadas para evitar complicações, o que é possível ao se consultar com o médico especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular.

No atendimento, após a análise clínica e de exames, e estudo sobre a saúde geral do paciente, é possível discutir em relação à melhor opção de tratamento, sendo uma delas a laser.

Tratamento de Varizes

As varizes são veias aumentadas e descoloridas causadas por insuficiência venosa, tornando-se visíveis, dilatadas e tortuosas. Quando não são tratadas, podem piorar os sintomas de dor, inchaço, sensação de peso e cansaço na região dos membros inferiores, e provocar complicações, como inflamação da pele, úlceras e trombose, por exemplo.

Depois que o quadro é confirmado, o especialista indica mudanças no estilo de vida e uso de meias de compressão, que variam conforme especificações. Quando não proporcionam os resultados esperados, as opções de procedimentos são apresentados ao paciente, assim como em alguns casos, em que as varizes provocam dor severa, coágulos de sangue e problemas cutâneos, por exemplo.

Tratamento a Laser

Dentre as disponibilidades há o tratamento a laser para varizes, que é comumente indicado contra veias doentes ou anormais, especialmente por ter, em relação aos outros tipos de procedimento:

  • Maior eficácia;
  • Intensidade reduzida no grau da dor;
  • Tempo de recuperação reduzido;
  • Resultados duradouros.

Laser Transdérmico

O tratamento a laser transdérmico se trata de um procedimento em que o laser atravessa a pele e atinge diretamente o vaso comprometido. Ao atingir a veia, o laser aquece o sangue, provocando a contração do vaso e a sua oclusão, sendo absorvido pelo corpo e eliminado com segurança após algumas semanas. Em seguida, a lesão gera um processo de cicatrização, o que acaba fazendo com que se feche e desapareça.

Sinta suas Pernas Leves Novamente.
Agende uma Consulta com o Especialista Vascular.

Por isso, é comumente indicado em casos de vasinhos e varizes mais superficiais e de menor calibre, não havendo necessidade de anestesia e podendo contar com leve coceira e descoloração como possíveis efeitos colaterais em alguns pacientes, sendo possível o retorno às atividades cotidianas imediatamente após a realização do tratamento de varizes a laser transdérmico.

Laser Endovenoso

Já o laser endovenoso é voltado para o tratamento de varizes maiores na região dos membros inferiores, principalmente das veias safenas. Para sua realização, uma fibra de laser é passada por meio de um cateter (tubo fino) até a veia, sendo observada pelo médico na tela de ultrassom.

Em seguida, a temperatura da região aumenta, gerando a oclusão do vaso e por não necessitar de cortes extensivos, há menos hematomas e dor pós-operatória, possibilitando o retorno breve às atividades rotineiras em relação às demais opções de tratamento de varizes que estão disponíveis e podendo depender do uso de meias de compressão por no mínimo uma semana.

E como efeitos colaterais, o paciente pode apresentar coceira, dor leve e descoloração cutânea ou hematomas. Sendo assim, o laser se trata de uma opção menos dolorosa e invasiva (com pequena incisão), sendo necessária uma anestesia local ou um sedativo leve, que é providenciado em um ambiente cirúrgico.

Diferença Entre Laser Transdérmico e Endovenoso

Diante do que foi exposto, é fundamental consultar o médico especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular para que juntos decidam qual é a melhor opção de tratamento para varizes, sendo ela a laser endovenoso ou transdérmico, ou outra, dependendo das características do quadro, da saúde geral do paciente e das suas necessidades, por exemplo.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Diga Adeus às Dores nas Pernas.
Reserve a sua Consulta Vascular.