Doenças Vasculares são caracterizadas por condições anormais dos vasos sanguíneos, geralmente causadas por inflamação, pela fraqueza das veias e artérias, ou pelo acúmulo de depósitos de gordura no interior dos vasos sanguíneos. Sendo assim, é o precursor mais comum da doença cardíaca coronária e do ataque cardíaco, mas também pode causar AVC, embolia pulmonar e outras complicações.

Então, continue acompanhando este artigo para Conhecer as Principais Doenças Vasculares e suas respectivas características.

Principais Doenças Vasculares

As doenças vasculares afetam os vasos sanguíneos do seu corpo, ou seja, as artérias e veias, locais em que o sangue flui para as células. Quando os vasos sanguíneos não estão funcionando adequadamente, as células não conseguem obter todo o oxigênio e a nutrição necessários para se manterem saudáveis.

Como o sistema vascular é complexo e de longo alcance, as doenças podem aparecer em qualquer parte do corpo e em diversas formas diferentes, sendo que as principais são:

  • Acidente Vascular Cerebral (AVC) – acontece quando o fluxo de sangue para o cérebro é interrompido por um coágulo sanguíneo ou pelo rompimento de um vaso sanguíneo;
  • Aneurisma da Aorta Abdominal (AAA) – a aorta é o principal vaso sanguíneo do corpo. Ela sai do coração, passa pelo peito e segue rumo ao abdômen, onde se divide para levar sangue às pernas. Um aneurisma de aorta abdominal (AAA) consiste de uma protuberância cheia de sangue em uma parte da aorta que passa pelo abdômen. Com o tempo, essa protuberância na aorta tende a tornar-se fraca e a força normal da pressão arterial pode causar a ruptura, o que, por sua vez, tende a levar a fortes dores e hemorragia interna grave;
  • Doença Arterial Periférica (DAP) – ocorre quando as artérias que levam sangue aos membros e à pelve se tornam estreitas ou bloqueadas, causando sintomas de dor, perda de função e, em casos graves, a necessidade de amputação;
  • Embolia Pulmonar (EP) – quando um coágulo sanguíneo que se formou nas veias da perna se desloca através do coração para as artérias do pulmão, pode causar morte ou falta de ar crônica devido às pressões arteriais pulmonares elevadas;
  • Insuficiência Venosa Crônica (IVC) – uma causa comum de dor e inchaço nas pernas, comumente associada com varizes. Ocorre no momento em que as válvulas das veias não funcionam adequadamente e a circulação de sangue nas veias dos membros inferiores é prejudicada;
  • Trombose Venosa Profunda (TVP) – caracterizada por um coágulo sanguíneo que se desenvolve nas veias profundas das pernas, podendo ser uma condição dolorosa ou mesmo uma ameaça à vida ao se deslocar para uma artéria pulmonar;
  • Varizes – são caracterizadas por veias tortuosas, dilatadas e insuficientes, e apesar de qualquer veia poder ficar varicosa, é comum as varizes afetarem as pernas e os pés.

Sintomas das Doenças Vasculares

Desta forma, podemos listar como principais sintomas das doenças vasculares:

  • Cãibras;
  • Cansaço constante ou fadiga após a realização de tarefas simples do dia a dia;
  • Dificuldade para permanecer por um longo período de tempo em uma posição;
  • Dores intensas, especialmente nas pernas e no período noturno;
  • Erupções cutâneas de difícil cicatrização e que surgem sem uma causa aparente;
  • Falta de força;
  • Formigamentos constantes;
  • Inchaço constante, principalmente nos membros inferiores e em dias de temperaturas elevadas;
  • Insensibilidade em algumas áreas dos membros inferiores;
  • Pernas ou pés frios em relação à exposição aos fatores externos;
  • Veias tortuosas, que são caracterizadas pela coloração esverdeada ou azulada.

Possíveis Causas das Doenças Vasculares

O risco de uma pessoa ser acometida com uma doença vascular aumenta à medida que envelhece. Porém, aquelas que têm doenças como diabetes, hipertensão arterial ou insuficiência renal podem ter mais chances de desenvolver problemas nos vasos sanguíneos. Além disso, predisposição genética, ser do sexo feminino, trabalhar com ferramentas de vibração, estar exposto a baixas temperaturas e fumar também podem piorar os problemas vasculares.

Diga Adeus às Dores nas Pernas.
Reserve a sua Consulta Vascular.

Entretanto, pacientes com diabetes estão em risco de apresentar formas mais precoces e graves de doença cardíaca, incluindo o acúmulo de gordura nas artérias: a aterosclerose, a mesma condição que causa a doença arterial periférica (DAP).

Especificamente em relação ao diabetes, geralmente, não acontece sozinho, logo, se desenvolve juntamente com outros fatores de risco para doenças vasculares, como fumar, ter pressão alta, estar com excesso de peso e sedentário – esses fatores contribuem para o risco de alguém ter uma doença vascular.

Quando uma pessoa também apresenta pressão alta, coloca as artérias do corpo sob pressão adicional a cada batida do coração. Com o tempo, elas podem enfraquecer, endurecer ou estreitar, contribuindo para aneurismas, DAP e AVC.

Além disso, igualmente é possível incluir como causas e até mesmo fatores de risco das doenças vasculares:

  • Alterações metabólicas;
  • COVID-19;
  • Obesidade;
  • Problemas cardíacos;
  • Tabagismo;
  • Traumas nos membros inferiores;
  • Uso contínuo de pílulas anticoncepcionais.

Tratamento e Prevenção

Diante do que foi exposto, o tratamento de uma doença vascular depende do tipo de condição, da gravidade, dos sintomas apresentados e de outros fatores, em que é possível incluir:

  • Mudanças no estilo de vida, como parar de fumar, fazer exercícios regularmente, ter uma dieta saudável e manter o peso conforme as orientações médicas;
  • Tratamentos endovasculares, opções de tratamento minimamente invasivas para alguns tipos de doença vascular, em que são introduzidos pequenos cateteres ou medicamentos nos vasos sanguíneos com o intuito de corrigir o problema dentro do vaso;
  • Cirurgia para limpar a placa nas artérias, fazer um desvio em torno de uma artéria bloqueada ou para reparar um aneurisma.

Sendo assim, o ideal é consultar o médico especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular, que é o profissional capaz de diagnosticar o quadro, providenciar o tratamento adequado, orientar em relação aos cuidados necessários, ajudar a identificar maneiras de reduzir e controlar os riscos, observar possíveis fatores de risco, recomendar as mudanças no estilo de vida e fazer um acompanhamento periódico da doença vascular ou de outro quadro que seja da sua área para evitar complicações.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Artigo Publicado em: 31 de outubro de 2019 e Atualizado em: 27 de abril de 2023

Diga Adeus às Dores nas Pernas.
Reserve a sua Consulta Vascular.