As complicações vasculares após uma cirurgia são um grande desafio para a saúde dos pacientes. Nos dias e semanas após uma cirurgia, você tem uma chance maior de desenvolver coágulos sanguíneos, especialmente uma trombose venosa profunda (TVP) ou uma embolia pulmonar (EP).

Continue a leitura e compreenda porque isto acontece e como podemos prevenir.

Quais São as Principais Complicações Vasculares após uma Cirurgia

A trombose venosa profunda é uma condição na qual um coágulo se desenvolve em uma veia profunda, mais comumente na perna. Mas uma TVP pode se desenvolver em um braço ou em outra veia profunda do corpo.

Um pedaço do coágulo, chamado embolia, pode se separar da veia e viajar para os pulmões. Um coágulo sanguíneo nos pulmões é chamado de embolia pulmonar (EP). Isso pode interromper o fluxo de sangue para o órgão. É uma emergência médica e pode causar a morte.

Usamos o termo tromboembolismo venoso (TEV) para descrever a TVP e a EP, porque as duas condições estão intimamente relacionadas. Além disso, sua prevenção e tratamento também estão intimamente relacionados.

Porque os Pacientes Desenvolvem Coágulos Sanguíneos após a Cirurgia

  • A cirurgia propriamente dita aumenta o processo de coagulação sanguínea natural;
  • Ficar muito tempo imobilizado na cama após a cirurgia leva a um fluxo sanguíneo inadequado;
  • Histórico anterior de TEV aumenta o risco de outro TEV;
  • Outros fatores, incluindo obesidade, câncer, TEV em membros da família, tabagismo ou problemas crônicos de saúde aumentam o risco.

Prevenção das Complicações Vasculares no Hospital

O seu médico pode prescrever um ou mais dos seguintes procedimentos para evitar coágulos sanguíneos:

  • Anticoagulante. Este é um medicamento que evita coágulos sanguíneos. Pode ser tomado por via oral, por injeção ou por via intravenosa. Anticoagulantes comumente usados ​​incluem varfarina e heparina. Anticoagulantes mais recentes também podem ser usados, incluindo rivaroxaban, apixaban, dabigatran e enoxaparina. Em alguns casos, o uso de um medicamento anticoagulante não é necessário. Seu médico identifica os riscos e benefícios para prescrever o medicamento.
  • Meias de compressão. São meias elásticas que se ajustam firmemente às pernas. Elas ajudam a manter o sangue fluindo em direção ao seu coração pela pressão que aplicam. Elas também impedem que o sangue se acumule nas veias e formem coágulos sanguíneos. Quando você as coloca, podem ser desconfortáveis. Mas depois de um tempo, você deve se acostumar com elas.
  • Exercícios. Atividades simples enquanto você está descansando na cama ou sentado em uma cadeira podem ajudar a prevenir coágulos sanguíneos. Mova seus pés em círculo ou para cima e para baixo. Faça isso 10 vezes por hora para melhorar a circulação.
  • Deambulação (sair da cama e caminhar). Após a cirurgia, uma enfermeira o ajudará a sair da cama assim que puder. Mover-se melhora a circulação e ajuda a prevenir coágulos sanguíneos.
  • Dispositivo de compressão sequencial ou compressão pneumática intermitente. Mangas de plástico são enroladas nas pernas e conectadas a uma bomba que as infla e esvazia. Isso aplica uma pressão suave para promover o fluxo sanguíneo nas pernas e evitar coágulos. Retire as mangas para não tropeçar ou cair quando estiver andando. Se precisar de ajuda para removê-las, peça ajuda.

Prevenção das Complicações Vasculares em Casa

A trombose venosa profunda pode ocorrer mesmo depois de você voltar para casa. Siga todas as instruções do seu médico. A seguir, estão algumas diretrizes gerais sobre prevenção da TVP:

  • Se um anticoagulante foi prescrito, siga todas as instruções para tomá-lo. Certifique-se de saber quais alimentos e medicamentos podem interagir com essa medicação. Além disso, pergunte ao seu médico o que fazer se você esquecer de tomar uma dose.
  • Seu médico irá lhe informar com que frequência usar e remover as meias de compressão. Siga todas as instruções atentamente. Sempre que remover as meias, verifique as pernas e os pés em busca de áreas avermelhadas ou feridas. Se houver alguma alteração, ligue imediatamente para o seu médico.
  • Retornar à atividade. Siga todas as instruções sobre como retornar às atividades. Seja o mais ativo possível. Isso melhora o fluxo sanguíneo e ajuda a impedir a formação de um coágulo. Quando estiver na cama ou em uma cadeira, continue com os exercícios de tornozelo que você fez no hospital.

Quando Procurar Ajuda

Após uma cirurgia, você pode ter sinais ou sintomas de um coágulo sanguíneo. Ou você pode apresentar sangramento, se estiver usando medicamentos para evitar coágulos.

Procure atendimento médico de emergência, se experimentar os seguintes sintomas:

  • Dor no peito;
  • Falta de ar;
  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Suor excessivo;
  • Desmaio;
  • Tosse (com sangue);
  • Sangramento intenso ou descontrolado;
  • Dor, inchaço ou vermelhidão na perna, braço ou outra área;
  • Sangue na urina ou nas fezes;
  • Fezes muito escuras;
  • Vômito com sangue;
  • Sangramento do nariz;
  • Sangramento das gengivas;
  • Um corte que não para de sangrar.

Se você for se submeter a uma cirurgia de grande porte, converse com o seu médico sobre medidas para reduzir o risco de TEV.

Referência: UCI Health