Complicações da Trombose. A trombose, uma doença vascular caracterizada pela formação de um coágulo na parede dos vasos sanguíneos, que acaba impedindo a circulação e oxigenação do sangue corretamente, pode ser prevenida e precisa ser tratada para evitar complicações à saúde.

Mas de que tipo? Continue acompanhando este artigo para saber quais são as possíveis Sequelas de uma Trombose e as suas respectivas características.

Principais Complicações da Trombose

A condição vascular em questão deve ser devidamente diagnosticada após exame médico e solicitação de exames complementares, e tratada para que o paciente consiga retornar às suas atividades diárias, mas com acompanhamento periódico para evitar outros episódios ou mesmo prevenir demais condições vasculares.

Entretanto, quando não são providenciados ou feitos adequadamente, o paciente pode apresentar complicações da trombose, tais como os principais listados a seguir.

Embolia Pulmonar

Quando o coágulo se desloca do seu local de origem, geralmente nas pernas, por meio da corrente sanguínea, e acaba obstruindo uma ou mais veias do pulmão, damos o nome de embolia pulmonar. Ao chegar a esse ponto, a pessoa pode sentir dor repentina e gradual no peito, falta de ar e aumento dos batimentos cardíacos.

E ao ser identificado, precisa ser tratado de acordo com o grau da condição, o que pode incluir atendimento hospitalar, uso de medicamentos e procedimento cirúrgico, por exemplo.

AVC – Acidente Vascular Cerebral

Não sinta Vergonha das suas Pernas!
Agende sua Consulta Vascular Hoje Mesmo.

Outra complicação da trombose é o AVC, que ocorre quando um coágulo formado em outra região do corpo se solta e viaja até as artérias que alimentam o cérebro, provocando obstrução, prejudicando a circulação sanguínea e, consequentemente, interferindo na oxigenação.

E o derrame, como é popularmente conhecido, pode resultar em alterações de compreensão, na fala, no modo de pensar ou sentir, e interferência ou perda dos movimentos e da sensibilidade, por exemplo.

Síndrome Pós-Trombótica

Além disso, quando o paciente apresenta sintomas relacionados às sequelas de TVP (trombose venosa profunda), tais como, inchaço crônico na região de acometimento, aumento na quantidade de varizes e mudanças na pele, significa que possa ter a Síndrome Pós-Trombótica.

Ela ocorre quando o coágulo (trombo) destrói as válvulas das veias saudáveis, o que acaba comprometendo o fluxo. Diante disso, o médico especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular pode acompanhar o quadro para evitar outras sequelas e indicar o uso de medicamentos e meias elásticas, assim como a elevação das pernas diariamente com o intuito de controlar os sintomas apresentados.

Recomendações Gerais

Além de a trombose poder ser tratada e a pessoa ter a chance de retornar à sua vida mesmo mantendo um acompanhamento regular e conforme as orientações recebidas, existem alguns cuidados que podem ser adotados para evitar o surgimento da condição e, consequentemente, de suas sequelas, assim como o aparecimento de novos casos, por exemplo.

Logo, alguns deles incluem se movimentar durante as longas viagens e se atentar aos fatores de risco para a trombose, que incluem história familiar, idade superior a 40 anos, imobilização prolongada, varizes, tabagismo, obesidade, gravidez, uso de anticoncepcionais, doença oncológica ativa, quimioterapia, sofrer múltiplos traumas e processos infecciosos, por exemplo.

Outras recomendações que podem ser passadas envolvem as mudanças de hábitos, tais como adotar os usos de medicamentos e meias de compressão conforme a indicação médica, inserir atividade física na rotina, seguir uma dieta balanceada e manter-se constantemente hidratado.

Sem contar que realizar os check-ups regularmente e comparecer às consultas ao médico angiologista e cirurgião vascular conforme a periodicidade informada também são fatores relacionados aos cuidados que podem ser adotados para que o paciente consiga ter uma melhor qualidade de vida e evitar as possíveis consequências da trombose.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:
Não sinta Vergonha das suas Pernas!
Agende sua Consulta Vascular Hoje Mesmo.